Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crocodila voadora

Uma cena da Trezalves

Crocodila voadora

Uma cena da Trezalves

27
Abr18

Falar com as plantas

Suculentas em vasos

Conheci em tempos uma senhora idosa muito bonita que falava com as plantas.

Vivia no andar em frente e partilhávamos o pátio. Gostámos logo uma da outra, por causa das plantas. Perguntei como conseguia plantas tão bonitas com tão pouca luz. Respondeu que eram plantas de sombra e que falava com elas todas as semanas.

Um dia cheguei a meio da “conversa”. Estava sentada num banquinho a inclinar uma planta alta e a dizer Ora deixa cá ver como andas, A ver se não me desandas outra vez como no ano passado, ouviste? E espreitou de baixo de cada folha e passou a outro vaso. Então e tu, Ah! mas estás muito melhor, muito bem…

15 minutos por semana era o tempo que ela dedicava ao seu jardim de 6 vasos de plantas invejavelmente saudáveis. Enquanto dizia em voz alta os pensamentos, passava um pano húmido nas folhas de maior porte, arrancava umas ervitas daninhas, esgravatava na terra com um garfo velho e depois regava colocando água nos pratos dos vasos.

O que aprendi com ela

As plantas de sombra precisam de pouca luz, mas precisam de alguma. A acumulação de pó nas folhas vai dificultar ou mesmo impedir o contacto destas com a luz, pelo que aos poucos os metabolismos das plantas degradam, e estas adoeçam e morrem. O simples facto de passar um pano humedecido nas folhas de quando em vez, permite que estas aproveitem melhor a escassa luz que entra pela clarabóia do prédio.

Quando se rega deitando água no prato, esta é absorvida pela terra, humedecendo-a até às raízes. Regar pelo prato evita aparecimento de fungos na superfície da terra e do vaso.

Esgravatar a terra com um garfo, como quem lavra ou cava, permite aferir a consistência e humidade da terra e assim dosear a água. Está muito seco, prato mais de meio, está médio, prato menos de meio. Por incrível que pareça, morrem mais plantas por excesso de água do que falta dela. Quando na dúvida se já regámos uma certa planta esta semana, é não regar e colocar lembrete no calendário para a regar na semana seguinte.

Assim, o importante não é a "conversa" mas as vistorias e cuidados semanais que, em plantas de baixa manutenção se podem verificar de mês a mês. Falar literalmente com as plantas é opcional :-)

<i class=\"fa fa-comments\"></i> 4 comentários

Comentar post

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.